Dicas para influenciadores!


Todo começo de ano, divulgamos os influenciadores selecionados em nosso processo de parceria. É um momento de muita empolgação para alguns e frustração para os que não são aprovados. Perguntamos em nossas redes sociais que pontos o influenciador acreditava que eram importantes em um processo de parceria e decidimos listar para vocês alguns pontos muito relevantes que podem ajudá-lo em nossos próximos processos e, quem sabe, o de outras editoras também.


Um processo de parceria nunca começa apenas no momento da inscrição no formulário. É um relacionamento que se constrói entre a editora e o influenciador no decorrer do tempo. Não estamos falando aqui de ser amigo de alguém que trabalhe na editora, mas sim de relacionamento com a marca. Um influenciador que é ativo nas redes da editora, que conhece os livros que ela publica e interage, já sai na frente dos demais por construir um vínculo com a editora.


Se inscrever em processos de editoras que possuem a linha editorial parecida com suas preferências de leituras é importante também. Não faz sentido você se inscrever para ser parceiro de uma editora que publica romance se você e o seu público só curtem ler aventura, terror e suspense, por exemplo. O influenciador precisa conhecer seu público e identificar se a parceria para a qual ele está se candidatando vai agregar valor ao seu conteúdo.


Demonstrar interesse é super importante também. Recebemos muitas inscrições em que os influenciadores diziam querer ser parceiro da editora para divulgar nossos livros aos seus seguidores, mas ao acessarmos as redes sociais desse influenciador, não havia qualquer referência a editora e nossas publicações em seu feed. Isso passa a impressão de que o influenciador não tem real interesse em compartilhar com seus leitores as publicações da editora para a qual ele está se candidatando e só irá fazer isso (se fizer) por causa da parceria. Lembra o que falamos aí em cima sobre construir relacionamento?


Conhecer a empresa que você deseja ser parceiro. Perguntamos por que os influenciadores desejavam ser nossos parceiros. A grande maioria, para a nossa surpresa, disse: pois quero ler mais livros nacionais e/ou devido ao catálogo de livros nacionais da editora. Mas não publicamos literatura nacional. Isso demonstra que o influenciador não teve nem a curiosidade de conhecer o que publicamos, quem somos e quem são nossos autores. Quando a editora pergunta algo em seu formulário, não é aleatório. Ela realmente quer saber a verdade para entender se aquele influenciador se encaixa com sua linha editorial, seus valores e objetivos. E se você quer ler mais autor nacional, uma editora que não publica esse tipo de literatura não é a melhor casa editorial para parceria, não é mesmo?


Boa parte dos influenciadores acredita que “número de seguidores” é essencial para ser aceito em um processo, o que não é verdade, pelo menos, não para a gente. Não adianta o influenciador ter cem mil seguidores e não ter o costume de ler o que publicamos, não ter relacionamento conosco e nossos livros, nem interesse em começar esse relacionamento independentemente de parceria. A mesma coisa é o “feed bonito”. Claro, a gente ama ver as fotos incríveis que vocês postam. Mas conteúdo e a forma como você se relaciona com seu seguidor é muito importante também... olha o relacionamento aí de novo!


A questão do relacionamento é tão importante que no decorrer do ano convidamos blogs que não foram aprovados nos processos de parceria para ações pontuais. É algo relevante para construirmos essa relação e prepararmos terreno para o próximo ano.






Outro ponto importante, pelo menos pra gente: perguntamos no formulário se os candidatos leem em e-book ou só gostam de livro físico. Na introdução ao questionário, informamos que o envio é majoritariamente feito via e-book. Quem respondeu que só lê físico foi automaticamente desclassificado, pois por enquanto, não conseguimos enviar físico para todos.



Enfim, não estamos aqui para ditar normas, muito pelo contrário. Cada editora tem seu processo e sua forma de ver os influenciadores. Mas quisemos compartilhar a nossa experiência para, quem sabe, ajudar vocês de alguma forma. Esse ano, recebemos pouco mais de 450 inscrições e solicitações de renovação de parceria. Acessamos todos os links, sem exceção. Lemos todas as informações preenchidas e respostas às perguntas que fizemos. A escolha não é aleatória, nem baseada só em números de seguidores, como alguns acreditam. Esse ano, selecionamos 30 parceiros, e infelizmente muita gente boa acabou ficando de fora! Mas como falamos, muitos terão a chance de participar de ações e novidades conosco.


E você? O que você acha dessa questão? De que forma você vê os processos de parcerias das editoras? Conta pra gente!

119 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo